Porque eu odeio o futuro…

Ele traz insegurança e dúvida. Por isto eu me prendo ao presente, ao hoje. E o hoje trouxe somente cinzas e penas partidas.
Mas eu também gosto do passado… nele ficam todas as boas lembranças, que eu vou guardar com carinho.
Não gosto do futuro, porque com ele vêm a esperança e sua espada fria. Esperança de que caiam certas muralhas, restrições, limitações, virtudes… fardos pesados demais para um só amor.

Sváss, ainda te amo, embora tenha que aprender a viver sem a paixão!
Povo, não esperem muito asukar nos próximos posts. Sr. Fel está retornando.



Deixar uma Resposta