Onde estão as penas?

Lamento de lady Dana pela perda de sua irmã.

Onde estão as penas
do anjo,
que fora colhido de meus braços
rumo aos céus?
Onde estão suas penas,
lindo anjo?

Ainda lembro teu sorriso,
e o calor do teu abraço.
Em minha lembrança,
teus verdes olhos
e tuas palavras doces
não se apagaram.

Mas agora há somente silêncio
a minha volta.
E são as memórias
os únicos tesouros que restaram.
Nunca fostes só em vida,
embora tenhas nos deixado sem um adeus.

Tua partida transformou-se em nossa ruína,
os olhos ainda lacrimejam,
e os gemidos ainda são ouvidos
em eterno pesar.
Pois como a chama de uma vela
que se apaga com o vento
fostes arrancada de nossa vida.

Doce anjo,
descansa em tuas asas
e leva contigo nossa saudade
e nosso pranto.
Que com a crueldade de uma lâmina
roubaram-te as penas.



Deixar uma Resposta