Decepção

Hoje o dia amanheceu cinzento, e ainda mais cinzento do que o normal. E eu não falo da chuva lá fora.
Impediram-me de lutar uma batalha pela qual eu almejei durante muito, muito tempo. Durante um ano eu refiz minhas reservas, preparei minhas armas e meu espírito e agora me descubro acorrentado a alguém que, diferente de mim, não queria lutar.
No início era a raiva, a vontade de continuar lutando, mesmo sem armas, mesmo acorrentado. Mas agora a raiva começa a ceder á decepção e tudo se torna mais cinzento.
E o único culpado disto sou eu mesmo.



Deixar uma Resposta