Últimos Pedaços

O único sentido íntimo das cousas
É elas não terem sentido íntimo nenhum.
Poemas de Alberto Caeiro



Deixar uma Resposta