Agenda, a 13 de abril de 2004

Perversa noite, de estrelas cravejada
que me negas o afago caloroso da saudade
e me presenteias o abraço gélido da ausência



Deixar uma Resposta