jan 26 2005

Flechas sob os Lábios

Finalizei o Andarilho e logo em seguida iniciei a leitura do Herege. O romance tem se mostrado tão viciante quanto as Crônicas de Arthur.
E, a não ser pela presença dos amigos, meu final de semana seria outra lástima. Eu haveria de ficar enfurnado em casa, mofando a minha eterna melancolia. Destaque para a Lia, que se hospedou na minha casa, e a Hyndira que me carregou do nada para Balneário. Foi bom ver a Amanda e a Pajé novamente e o sempre Ferio.
Estou empolgado novamente, apesar de cansado e anestesiado pelo cansaço e pressão baixa. A terça-feira me trouxe feridas nos lábios e algo mais…

› Continue lendo