abr 13 2005

Resenhas: Metropolis e O Condenado

Eu vi Metropolis ontem, ao menos tentei e é muito bom. Eu sempre curti muito o Katsuhiro Otomo e durante o filme torna-se óbvio que o roteiro é dele; por outro lado nunca gostei do traço do Osamu Tezuka, mas não posso dizer que não surpreendeu, e de uma maneira muito boa, vejam só.

Por outro ângulo, finalizei o Condenado hoje durante a manhã. Uma ficção e tanto do Bernard Cornwell que deixa muito pouco a desejar próximo a Busca do Graal e as crônicas de Artur. O final poderia ser melhor, eu acredito, mas ele conseguiu deixar aque gostinho de “quero mais!”

› Continue lendo