ago 12 2005

Paz Enfim

Levará sua vida, tudo o que você é e tudo o que lhe é caro e não deixará nada a não ser neblina e névoa Levará sua alegria. E, um dia, você vai acordar e seu coração e sua alma terão partido.
Um casco você será, um fiapo você será. Não mais do que um sonho ao despertar ou a lembrança de algo esquecido.

– Coraline, Neil Gaiman

A flecha ainda dói, mas só o faz porque há algo em meu peito. Logo, ele cessará suas batidas irritantes e vazio não haverá mais dor. O inverno chegará e não provocará mais ferimentos nas marcas antigas. Haverá paz enfim. Ao menos assim eu gostaria que fosse

› Continue lendo