ago 16 2005

your eyes shined like stars to me…

Ó saudoso vento sul,

carrega-me, nuvem nefasta,
para longe do céu estrelado
de tão amados olhos.

Leva-me para longe,
onde o inverno eterno
abraça meu coração gélido
e refreia o meu chover.

Traz de volta
ao profundo d’alma dela
o brilho radiante
da alegria de amar.

E esquece-me junto a lua,
minguante e solitária
das terras longínqüas
da noite sombria

› Continue lendo