Ao fim de Julho

Ela se foi; nas últimas horas de Julho partiu, levando consigo o frio e a paz. Silenciosamente, a noite se foi.

Deu lugar ao sol e ao dia, a radiância que branda queima e aquece. Substituiu a luz fria das estrelas pelo conforto de um sorriso.

Não conto as lágrimas que ficaram na noite, nem os soluços engolidos a seco. Conto somente os dias, para que Agosto chegue…


Uma Resposta para “Ao fim de Julho”

Deixar uma Resposta