ago 29 2008

Restauração

Um mundo de trevas, uma noite eterna,
Time to discover what lies hidden in the sand
Os olhos não se abrem para a noite,
Time for renewal and to be cleansed by the hand
Minh’alma não se expõe para a luz.
To heal me relieve me
Mas conserva a vontade, o ardor,
Heal me
De rever seus estilhaços.
Release me while I’m still breathing

– com base na música Faith Restored, Evergrey

ago 18 2008

Fallen Angel – L’âme Immortelle

I found you broken on the ground
From your mouth a bitter sound
That became sweeter as I approached
You in your deepest agony
I put you up and raised you well
And more than stories ever tell
I fell in love with you those days
And hoped that you would too
You’ve been a fallen angel
Ripped out of the sky
But as your wings grew strong enough
You left me – behind to die
We built up our own world together
For our future I assumed
I believed in what you said that day
But was already doomed
The more you’ve learned and grown
The less you cared for me
But I was too blinded by my feelings
To see the dawning agony
I love you more than I can say
And we will never part
You told me nearly every day
But still you broke my heart
As soon as you could fly again
Into the open sky
You left me without any reason
Back on this world to die

ago 4 2008

Distante

Cada dia mais distante…

do ponto de partida.

ago 4 2008

Agosto

Agosto amanhece, e o faz com nuvens cinzetas, uma brisa gelada e uma lua ausente; do jeito eu esperava, do modo que me lembrava.

A fogueira já está apagada quando desperto, e deixar o conforto das cobertas é um desafio, mas eu acabo por me colocar de pé. Enquanto recolho meus pertences para partir, ouço o som da chuva que se aproxima do leste.
Corro para uma árvore, e jogo o capuz sobre minha cabeça, mas a tormenta que chega não traz água alguma. O som se torna mais forte, ruidoso, e repleto de guinados enquato a sombra dos corvos preenche o acampamento.
Em poucos instantes eles desaparecem, voando em direção ao poente, deixando-me só a ponderar sobre a aura sinistra do novo mês, uma época de desgosto, repleta de ventos frios e do soluço dos pássaros.