Folkie

São eras que se passam, milênios enfim,
sucedem-se  deixando um legado maior
que os monumentos em ruínas.

As histórias de um povo, contos de outrora,
são passados de pai a filho
como se meras recordações.

Mas são os fantasmas nas sombras,
a ouvir as histórias mais uma vez
que se regozijam pela lembrança.

 Nem mortos nem vivos,
desejam nada mais enfim
que reviver as eras que se foram.


Deixar uma Resposta