Tormenta

Que venha a tormenta, sua chuva, ventania e trovões,
que atinja o campo de batalha com força e domínio,
e que seus raios me partam em inúmeras frações
libertando estas sendas de seu senhor mais sombrio.

Que os fragmentos de minh’alma possam então divididos,
ao invés de disputados; cada peça de mim um penhor
dentre meus combatentes mais valorosos então repartidos
meu pesar, minha mágoa e rancor.


Deixar uma Resposta