Eridani

Na minha imagem preferida de você,
curvas  negras e reflexos castanhos,
uma alma sedutoramente rubra,
uma mente altiva e melancólica.

Mas o destino derruba as cortinas
e lança uma luz sobre sua tez,
transformando o sonho em névoa
e trazendo a outrora distante realidade.

Evaporaram-se as águas que vertiam dos teus olhos
e banhando minhas mãos e pulsos,
me algemavam ao sonhar.

De escravo me vejo liberto, nu e sincero
o vermelho agora me escorre do peito
e o azul inunda minh’alma.

– inspirado em I’m Sorry, Evergrey


Deixar uma Resposta