ago 31 2012

Glossário

Véxo s. m.

Animal cinzento e estranho, que possui cicatrizes pelo corpo. São pacíficos, gostam de tecnologia, mas não de excesso de socialização.

Têm a tendência de permanecer fiéis a sua matilha, mas são ariscos com outras espécies. Suas matilhas possuem apenas um exemplar, pois têm o costume de escolher matilhas de espécies diferentes, mas desprovidas de outros véxos. Também não trocam de matilha, e por isso a hostilidade com outras espécies.

– definição por Amanda Onishi


ago 29 2012

Significância

pelo jeito começo a gostar significativamente de ti…

Quisera eu que a sinceridade combinasse melhor com o sentimento altruísta e descompromissado do ser humano.
Ainda assim, quisera eu – ao corresponder – não te ferir com as minhas próprias farpas.


ago 28 2012

Altpapier

Me sinto como que de papel, como aquela nota amarelada na qual rabiscou suas últimas palavras, abandonada sobre a mesa da cozinha. Marcada pelo tempo, o manuseio e a esferográfica.

Sinto como se as lágrimas que a saudaram tivessem inundado minha’lma, afogando quaisquer sentimentos outrora presentes. Permanecem lá, suspensos indefinidamente próximo ao fundo. Num lugar em que não há fôlego para chegar.

Como o canto da página, o fim da linha, a áspera raspa de lápis ou a marca do mata-borrão. Embolorado e esquecido como as lembranças da escola.

A marca de batom já não é tão nítida quanto as palavras em tinta preta. “Adeus” é mais forte que as outras, resiste bravamente como se desafiando a integridade das fibras.

Num mundo onde tudo se manifesta radiante e oscilante, me percebo querido e abandonado como que uma folha de papel.


ago 20 2012

Como não se pode ser…

Perfaço as curvas sinuosas de teus cachos,
percorro os vales estreitos dos teus lábios
e me perco no labirinto do teu encanto
almejando o suave descampado da tua tez.

Sou ludibriado pela sedução do teu olhar,
e levado a cair nos poços de crime e condenação
onde somente meus instintos mais básicos
meio ao caos conseguem sobreviver.

Galgo sozinho o caminho de volta ao topo,
trazendo comigo o arrependimento
de uma noite inteira de vinho, dança e suor.

E quando os instintos esmorecem,
dando lugar a razão e a sinceridade
me descubro no teu labirinto novamente…

– baseado em Refrão De Bolero, Engenheiros Do Hawaii


ago 17 2012

Sempre penso nos efeitos colaterais…


ago 17 2012

Cavaleiro da Mancha

Prazer, sir Otário, cavaleiro da Mancha a seu dispor,
defendo as causas perdidas e sustento virtudes outrora esquecidas.

Narra-se que em minha mente uma corte feérica se afigura,
rainha, princesas, pajens e toda aquela gente galante.

Frequentadora desta casa, minha dulcíssima protegida,
a quem dedico meu serviço, altruísmo e constante devoção.

Na corte me apresento um cavaleiro de honra inquestionável,
postura rígida, queixo altivo e repleto de orgulhosos feitos.

Pois combato todas as noites os piores temores,
monstros de estatura e poder, impossíveis de se derrotar.

E pode ser que estes gigantes sejam somente moinhos de vento,
pois mascaro a realidade sob a manta da fantasia.

Mas é fato que sustento a honra, amizade e desprendimento
por amor as causas perdidas.

– baseado em Don Quixote, Engenheiros do Hawaii


ago 16 2012

Ontem a noite eu conheci uma guria…

O que você me pede eu não posso fazer
Assim você me perde, eu perco você
Como um barco perde o rumo
Como uma árvore no outono perde a cor

– Piano Bar, Engenheiros do Hawaii


ago 15 2012

Dulcinéia

… seu nome é Dulcinéia, sua pátria Toboso, um lugar da Mancha; a sua qualidade há de ser, pelo menos, Princesa, pois é Rainha e senhora minha; sua formosura sobre-humana, pois nela se realizam todos os impossíveis e quiméricos tributos de formosura, que os poetas dão às suas damas; seus cabelos são ouro; a sua testa campos elíseos; suas sobrancelhas arcos celestes; seus olhos sóis; suas faces rosas; seus lábios corais; pérolas os seus dentes; alabastro o seu colo; mármore o seu peito; marfim as suas mãos, sua brancura neve; e as partes que à vista humana traz encobertas a honestidade são tais (segundo eu conjeturo) que só a discreta consideração pode encarecê-las, sem poder compará-las.

– Don Quixote de La Mancha, livro 1


ago 14 2012

Nur Du

Du hast in meinem Herzen
Ein Feuer neu entfacht
Du hast die Nacht in mir
Dadurch zum Tag gemacht

Ich hab’ nie mehr etwas gesehen
Das so schön war wie Du
Ich hab’ nie mehr etwas gefühlt
Das so gut war wie Du

– Nur Du, L’Ame Immortelle


ago 11 2012

Aline & Jackson

Acho que o sinal tironiano (ampersand) ali em cima dá uma boa dica do que se sucede no dia de hoje.

Aline, uma mocinha muito educada que ganhou meu respeito e admiração, e um dia me presenteou com um lápis no momento que eu muito precisava ingressa a família Molléri definitivamente neste dia.

E por mais que eu possa falar aqui, pouco me aproximaria do que eu realmente sinto ao ver esses dois subindo ao altar. Eles merecem ser muito felizes, e sobretudo esses são os meus votos.