Outra fantasia…

Correu para o jardim envolta numa aura de doçura e travessura. Trazia as tranças castanhas meio desfeitas e deixara os sapatos na porta, saltitando descalça entre a macieira, a cerejeira e a pitangueira. Tinha os cabelos crespos, especialmente na nuca onde ficavam os fios ainda soltos, o sorriso gigante com uma pequena janela nos incisivos, e as pintas próximas ao lábio estavam meio cobertas de açúcar rosado. Vislumbrou com olhos ávidos o monte de folhas acumuladas no canto mais distante do quintal; vermelhas, alaranjadas e amarelas, lhe chamavam a atenção. Dentre elas percebeu o brilho vítreo do olho do dragão. Deu um grito, não de temor, mas de desejo e satisfação e assoviando para o cão, disparou em corrida para o monte que, de seu ponto de vista parecia gigantesco. Saltou para as folhas e desapareceu, deixando pais desiludidos, um lar incompleto, e um sonho desfeito.


Uma Resposta para “Outra fantasia…”

Deixar uma Resposta